A economia do Japão encolheu nos últimos três meses de 2015, registrando a quinta contração em 12 trimestres, no último golpe ao programa pró-crescimento do primeiro-ministro Shinzo Abe.

Números do governo japonês mostram que o Produto Interno Bruto (PIB) real do país teve contração anualizada de 1,4% no trimestre entre outubro e dezembro. Economistas consultados pelo Wall Street Journal previam redução menor do PIB, de 1,2%.

A principal causa da desaceleração do PIB japonês foi o consumo doméstico privado, que no trimestre passado diminuiu 0,8% na comparação anualizada.

Além disso, as exportações tiveram uma queda inesperada de 0,9% no período. De qualquer forma, a demanda externa deu contribuição de 0,1 ponto porcentual ao PIB, considerando-se a balança comercial como um todo, uma vez que as importações tiveram recuo ainda maior no trimestre, de 1,4%.

Por outro lado, as empresas japonesas elevaram os investimentos em 1,4% entre outubro e dezembro, marcando o segundo trimestre consecutivo de alta. Neste caso, a previsão era de diminuição de 0,2%.

Em todo o ano de 2015, o PIB do Japão cresceu 0,4%, após ficar estagnado no ano anterior. A modesta expansão ocorreu graças a um aumento de 2,7% nas exportações, que ajudou a compensar uma queda de 1,2% no consumo privado. Fonte: Dow Jones Newswires.