O crescimento econômico da Coreia do Sul desacelerou como esperado no último trimestre de 2014, em grande parte, devido ao setor de construção mais fraco e aos gastos do governo. O Produto Interno Bruto (PIB) com ajuste sazonal avançou 0,4% entre outubro e dezembro de 2014, em relação ao trimestre anterior, quando a economia cresceu 0,9%, informou o Banco da Coreia (BoK, banco central do país).

Na comparação anual, a economia cresceu 2,7% entre outubro e dezembro de 2014 – a mais lenta desde o segundo trimestre de 2013 – e uma desaceleração diante do crescimento de 3,2% no terceiro trimestre 2014 frente o mesmo período do ano anterior.

Os dados mais recentes mostraram uma queda acentuada na construção e no investimento. Na semana passada, o BoK citou a redução dos gastos fiscais do governo em meio a diminuição das receitas fiscais como uma das principais razões para o crescimento mais fraco no último trimestre.

Para o ano de 2014, a economia sul-coreana cresceu 3,3%. Em 2013, o avanço foi de 3%. Ambos os resultados ficaram em linha com as expectativas do mercado. O BoK reduziu, neste mês, a previsão do PIB de 2014 de 3,9% para 3,4%. Fonte: Dow Jones Newswires.