Rio  – A Petrobras convocou para o dia 21 de novembro uma assembléia geral de acionistas para discutir a emissão de debêntures que poderão ser convertidas em ações preferenciais (sem direito a voto). A emissão será destinada a pequenos e médios poupadores que não costumam investir em ações. Segundo a Petrobras, os atuais acionistas terão o direito de preferência na hora da compra dos papéis.

Se houver a oferta, ela acontecerá exclusivamente no Brasil e terá o limite de R$ 300 milhões. As debêntures emitidas serão adquiridas por um fundo de investimentos a ser criado pela Caixa Econômica Federal. A Caixa oferecerá cotas do fundo a esses pequenos e médios investidores.