A Petrobras conquistou ontem os direitos de exploração em mais 34 blocos de petróleo na sessão norte-americana do Golfo do México, por US$ 29 milhões, durante leilão realizado pelo governo dos EUA. No total, a estatal brasileira apresentou ofertas por 40 blocos.

A Devon Energy Corp., por sua vez, participou com lances por mais de 40 blocos, alguns deles em parceria com a Petrobras Energía (subsidiária argentina da estatal brasileira) e foi a única interessada na maior parte deles. Segundo os organizadores do leilão, o grupo ofereceu US$ 20 milhões pelos 26 blocos que arrematou.

A britânica BP foi o destaque da rodada, ao arrematar 91 blocos dos 108 que disputou. A norueguesa Statoil ASA, entretanto, se mostrou disposta a gastar mais, oferecendo um total de US$ 139 milhões pelos 36 blocos adquiridos.

De acordo com estimativas do Serviço de Gerenciamento de Minerais dos EUA (MMS, na sigla em inglês), organizadora do leilão, ao todo a área em questão pode resultar na produção de 242 milhões a 423 milhões de barris de petróleo e de 1,64 trilhão a 2,64 trilhões de pés cúbicos de gás natural. As informações são da Dow Jones.