Divulgação
Helton Damim vai assumir o cargo em junho próximo, junto com chefes adjuntos.

O pesquisador Helton Damin da Silva será o novo chefe-geral da Embrapa Florestas (Colombo/PR). Ele assume o cargo a partir de dois de junho próximo, quando também devem tomar posse novos chefes adjuntos de Pesquisa & Desenvolvimento, Administração e Comunicação, Negócios e Apoio.

O processo de seleção ao cargo de chefe-geral teve início de dezembro do ano passado e contou com fases de avaliação de currículo, avaliação do plano de trabalho dos candidatos e seu memorial em audiência pública, entrevista e análise do perfil gerencial e entrevista com o diretor-presidente e diretoria executiva da Embrapa.

Helton Damin da Silva é engenheiro florestal formado pela Universidade de Viçosa, mestre em Ciências Florestais pela Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz – Esalq/USP, e doutor em Engenharia Florestal pela Universidade Federal do Paraná UFPR. Trabalha desde 1978 na Embrapa, onde iniciou sua carreira na Embrapa Semi-Árido. Após um período de licença, quando atuou na iniciativa privada (1986), retornou à Embrapa em , na Embrapa Florestas, onde, além da condução de pesquisas relacionadas à silvicultura de eucalipto, exerceu diversos cargos, entre eles o de chefe de pesquisa & desenvolvimento.

Desde 2007, o pesquisador coordena o projeto ?Florestas energéticas na matriz de agroenergia brasileira?, iniciativa inédita que reúne mais de 70 instituições e 130 pesquisadores em rede com o objetivo de desenvolver, otimizar e viabilizar alternativas ao uso de fontes energéticas tradicionais não renováveis, por meio da biomassa de plantações florestais, contribuindo para a ampliação da matriz energética nacional de forma sustentável.

Helton afirma que ?um dos motivos que me levaram a concorrer ao cargo de chefe-geral da Embrapa Florestas é a imensa vontade de colocar minha experiência à disposição da Embrapa e da Unidade de forma mais incisiva e intensa. Acredito que, como chefe-geral, posso contribuir para o desenvolvimento e crescimento da Embrapa Florestas?.

Para o atual chefe-geral da Unidade, Moacir Medrado, fica a certeza de ter realizado um excelente trabalho enquanto esteve à frente da unidade. ?Assim como colaborei com a Embrapa, também aprendi muito. Hoje sei o quanto evolui não só tecnicamente, mas também pessoalmente. Por isso, agradeço a todos e saio da chefia com a certeza de dever cumprido e a confiança no bom trabalho que, certamente, será desenvolvido pelos colegas que vão compor a nova chefia?, afirma Medrado.