Os ativos da ParanaPrevidência, que está completando seis anos, já ultrapassam R$ 3,7 bilhões, o que coloca a instituição entre os dez maiores fundos de previdência do País e como o maior do Estado. O aniversário da ParanaPrevidência será comemorado hoje, em uma cerimônia no Palácio Iguaçu, com a participação do governador Roberto Requião.

"O volume de recursos da ParanaPrevidência e a forma rigorosa com que são administrados são uma garantia para o futuro dos servidores do Estado", diz a secretária da Administração e Previdência, Maria Marta Lunardon.

No primeiro ano de atividade – lembra Nelson Marquardt, presidente da ParanaPrevidência – os recursos eram de R$ 180 milhões. "O crescimento hoje alcançado foi possível com o repasse de royalties de Itaipu, com as contribuições dos servidores e do Estado, e com os resultados dos investimentos".

História

Criada por lei estadual (Lei-PR 12.398) em dezembro de 1998 para gerir o sistema previdenciário dos funcionários públicos estaduais, a ParanaPrevidência é hoje responsável pelo pagamento de 87.500 benefícios previdenciários, sendo 64.600 aposentadorias e 22.900 pensões.

Uma das características principais do sistema adotado pela entidade está no regime de capitalização, que gradualmente está reduzindo o déficit previdenciário do Estado.

Por enquanto, o sistema de capitalização ainda convive com o de repartição simples. No regime de capitalização, as contribuições dos participantes, como numa poupança, vão sendo investidas para pagamento de benefícios futuros.

No de repartição, as contribuições recolhidas dos funcionários em atividade são usadas para pagamento dos aposentados, o que gera déficits crescentes. No sistema paranaense, foram criados dois fundos, um de capitalização e outro de repartição. Gradualmente, o fundo de capitalização vai crescendo e o de repartição diminuindo.