O secretário da Indústria, do Comércio e Assuntos do Mercosul, Ricardo Barros, participou nesta segunda-feira (18), em Curitiba, do IV Encontro de Comércio Paraná – França – Brasil. Organizado pela Federação de Comércio do Paraná (Fecomércio), em conjunto com o governo do Estado, o evento reuniu mais de 120 líderes dos setores público e empresarial para promover, estreitar e ampliar os negócios entre o Paraná e a França.

“Já temos bons exemplos de negócios entre empresários paranaenses e franceses, mas queremos ampliar essas relações, internacionalizar os produtos paranaenses e estabelecer novas oportunidades de negócios para a nossa economia”, afirmou Ricardo Barros. “Queremos que cada vez mais a França utilize o Paraná como porta de entrada ao Mercosul”, acrescentou.

Ricardo informou que está em fase final a formatação da Agência de Internacionalização do Paraná. O órgão, criado durante as reuniões da câmara de comércio exterior do programa Paraná Competitivo, vai unir o trabalho de diferentes setores do comércio exterior para ampliar a participação do estado no mercado internacional.

“Em breve vamos anunciar esse órgão, que funcionará como uma associação dos entes que trabalham com comércio exterior para ampliar a participação do Paraná no mercado externo”, informa Barros.

A consulesa honorária da França em Curitiba, Emilie Dely, disse que encontros desse porte estimulam empresários e investidores europeus a conhecerem mercados além de São Paulo e do Rio de Janeiro. “A ideia é facilitar esse intercâmbio econômico com a geração de negócios e a realização de missões empresariais”.

O presidente do sistema Fecomércio, Darci Piana, destacou a importância da ampliação dos negócios do Paraná com a França. “Buscamos uma relação de importação e exportação que traga desenvolvimento econômico e social ao Estado”.

O presidente da Câmara de Comércio França-Brasil seção PR/SC, Alan Tisser, reforçou a importância do estabelecimento de relações regionais e citou exemplo da relação entre o Paraná e a região francesa de Rhône-Alpes. “Já há diversos investimentos consolidados, mas diversas oportunidades e espaços a diversificação”.

Atualmente o Paraná mantém com a região francesa acordos de intercâmbio nas áreas comercial, meio ambiente, energia e gestão territorial, cultura, agroalimentos, ensino superior, indústria, comércio, pesquisa e inovação tecnológica. Rhône-Alpes possui inclusive um escritório de representação e suporte a negócios em Curitiba.

Também participaram do encontro o presidente da Junta Comercial do Paraná, Ardisson Naim Akel, o presidente da Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Paraná (Faciap), Rainer Zielasko, o vice-presidente da Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) Hélio Bampi, o diretor de comércio exterior da Associação Comercial do Paraná (ACP), Ruy Lemes, cônsules, empresários e dirigentes do setor de comércio exterio