O Paraná teve um saldo de 12.0036 novos empregos formais em agosto, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (14) pelo Ministério do Trabalho. O resultado foi o terceiro melhor do País. Com os números do mês, já são 117.319 empregos com carteira assinada este ano no Estado, também o terceiro maior resultado nacional. Em relação a agosto do ano passado, houve uma elevação de 65%. Os números dos oitos primeiros meses do ano superam o de todo ano passado: 86.396.

A expansão no número de empregos gerados neste ano no Paraná também foi duas vezes maior que a registrada no Brasil. A média de crescimento do país ficou em 12,3%. Os dados são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

?Esses números nos fazem acreditar em um 2007 muito bom para o Paraná na geração de empregos?, avalia o secretário do Trabalho, Emprego e Promoção Social, Nelson Garcia. ?Com os resultados alcançados nos oito meses, o Paraná mantém a terceira colocação e ficou só atrás de Minas Gerais (170.920 novas vagas) e São Paulo (604.631). Porém, comparando a População Economicamente Ativa (PEA) dos três Estados, o Paraná tem o segundo melhor resultado?.

Na região Sul, o Paraná respondeu por 53% de todos os empregos gerados entre janeiro e agosto (22.262). Santa Catarina ficou com 25,7% (56.977) e o Rio Grande do Sul com 21,2% (46.966).

Ainda segundos dados do Ministério, o estoque de mão-de-obra do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho e Emprego, que mede o número de trabalhadores com carteira assinada, teve um acréscimo de 6,4% nos últimos 12 meses.