Foto: Arquivo

Horas pagas: aumento acima da média nacional.

O número de empregos nas indústrias do Paraná acompanhou o crescimento nacional, que foi de 2,8%, na comparação entre janeiro deste ano e o mesmo mês de 2007, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
 
Mas o Paraná se destacou principalmente no número de horas pagas aos trabalhadores, que registrou aumento de 3,3%, enquanto a média nacional subiu 2,1%. Os segmentos que impulsionaram o bom desempenho da indústria paranaense foram de máquinas e equipamentos (32%) e meios de transporte (19,1%).

Ainda de acordo com o IBGE, a produção da indústria paranaense cresceu 19,7% em janeiro deste ano na comparação com igual mês do ano anterior. Para o secretário do Trabalho, Emprego e Promoção Social, Nelson Garcia, o Paraná vêm se destacando constantemente no setor industrial e deve se firmar em breve como um dos principais pólos industriais do Brasil.

?É preciso pensar a longo prazo e entender que estes números representam grandes avanços para o Estado. Mostram não só uma boa perspectiva para o futuro, como também as conquistas deste governo?, avaliou.

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho e Emprego também confirmou o bom ano da indústria do Paraná em 2007. Segundo os registros administrativos do órgão, dos 122.361 postos de trabalho abertos no mercado formal paranaense no ano passado, 46.283 foram gerados pela indústria. Um crescimento de 119,2% na comparação com 2006.