As empresas que constroem a usina hidrelétrica de Santo Antônio, no Rio Madeira (RO), tentaram sem sucesso retomar as obras paralisadas desde o final da última semana. Na manhã de hoje, 150 ônibus com trabalhadores chegaram a entrar no canteiro de obras, mas, logo que desceram dos veículos, os operários anunciaram que não iriam trabalhar. Eles apresentaram uma pauta de reivindicações que inclui o aumento de 15% na folha de pagamento; troca de Plano de Saúde; aumento da hora extra e dez dias de folga com a família, de três em três meses.

Está prevista uma reunião na tarde de hoje, com a participação de sindicalistas, trabalhadores e representantes das empresas, para discutir a retomada das obras.

As obras da usina de Santo Antônio foram paralisadas na última sexta-feira. O consórcio responsável pela construção tomou essa decisão por precaução, por conta dos conflitos que ocorreram na hidrelétrica de Jirau.