O ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci, informou hoje que a presidente Dilma Rousseff decidiu ontem que as obras dos aeroportos de Guarulhos (SP), Viracopos, em Campinas (SP), e Brasília serão tocadas em regime de concessão. Em pronunciamento durante a reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (CDES), Palocci disse que também estão em estudos investimentos nos aeroportos de Confins, em Belo Horizonte, e no Galeão, no Rio de Janeiro. “Queremos combinar a urgência das obras com os investimentos públicos e privados”, disse Palocci.

A presidente Dilma ocupou toda a agenda de ontem à tarde em reuniões para discutir questões relacionadas à infraestrutura do País para a Copa do Mundo de 2014 e a Olimpíada em 2016. Uma das questões centrais foi com relação à situação das obras dos principais aeroportos do País. Dilma pediu um detalhamento da situação de cada aeroporto, mas acabou se concentrando na discussão sobre os aeroportos de Brasília, Guarulhos e Campinas.

Durante a reunião de hoje do CDES, o ministro-chefe da Casa Civil também destacou que o combate à inflação é prioridade de todos. “É, sem dúvida, uma prioridade que não devemos abandonar”, disse Palocci. “É importante que estejamos atentos a isso e fortaleçamos o esforço da equipe econômica”, completou.