O movimento no comércio varejista do País registrou queda de 1,1% em novembro na comparação com outubro, informou nesta quarta-feira, 17, a Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito). Em relação ao mesmo mês do ano passado, houve retração de 1,0%. Porém, no acumulado de janeiro a novembro, a alta foi de 4,4%, e em 12 meses, de dezembro de 2013 a novembro de 2014, a expansão foi de 4,2%.

“A evolução do varejo tem sido mais modesta em 2014, na comparação com a série histórica”, diz a Boa Vista, em nota, projetando que o crescimento do setor em 2014 seja de cerca de 3,0%.

Setores

Na passagem de outubro para novembro, entre os setores avaliados, o único a registrar variação positiva foi o de supermercados, alimentos e bebidas, com alta de 1,0%, já descontados os efeitos sazonais. Na comparação interanual, a expansão foi de 2,8%. Também houve expansão de 2,4% no acumulado do ano, e de 2,2%, em 12 meses.

O segmento de combustíveis e lubrificantes apresentou retração de 0,3% na margem. Em relação a novembro de 2013, houve alta de 3,4%. Também foram registradas expansões de 7,5% no acumulado do ano e de 6,9%, em 12 meses.

O segmento de tecidos, vestuários e calçados registrou queda de 1,3% no movimento na comparação mensal. Nas outras bases comparativas as altas foram de 3,9% sobre novembro de 2013, 5,9% no acumulado do ano e de 4,9% entre dezembro de 2013 e novembro deste ano.

O setor com o desempenho mais fraco no mês de novembro foi o de móveis e eletrodomésticos, com retração de 3,7% na margem. Na comparação interanual, o recuo foi de 6,5%. O movimento do segmento no acumulado do ano avançou 6,3% e 6,5%, em 12 meses.