O ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Externo (MDIC), Armando Monteiro, confirmou nesta segunda-feira, 16, que a Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), em nome das empresas que representa, está buscando negociar um refinanciamento de alguns tipos de contratos com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), mas que ainda não há um posicionamento da instituição de fomento.

Perguntado se as empresas representadas pela Abimaq estariam propondo ficar um ano sem pagar o BNDES, como foi noticiado pela imprensa, Monteiro, que se reuniu com a entidade nesta manhã em São Paulo, afirmou que não é bem isso. “Tudo depende de como a gente interpreta. Não é ficar um ano sem pagar. A Abimaq está oferecendo uma proposta para refinanciar alguns passivos que o setor tem com o BNDES, ou seja, alongar prazos.”

Segundo o ministro, o pleito dos industriais é consequência da forte retração do mercado doméstico, mas não significa que eles não querem pagar suas dívidas. “Se trata de oferecer uma proposta de refinanciamento, que vai ser analisada, e sobre a qual ainda não há posição do banco”, explicou.