A ministra do Planejamento, Miriam Belchior, afirmou hoje que o governo está promovendo um ajuste no ritmo de crescimento do crédito no País para evitar pressão inflacionária. “Mas não podemos matar a galinha dos ovos de ouro. O crédito é importante para alavancar investimentos e sustentar o crescimento”, disse em audiência conjunta na Comissão Mista de Orçamento do Congresso e na Comissão de Fiscalização da Câmara.

Miriam disse que a intenção do governo é reduzir de 7,5% em 2010 para 4,5% o crescimento da economia este ano, além de fazer com que o crescimento da demanda interna caia de 10,3% em 2010 para 5,9% este ano. Miriam afirmou que o crescimento médio do PIB no governo Dilma será de 5% ao ano.

A ministra afirmou que os ajustes que estão sendo realizados pelo governo não são tradicionais. “No momento como este, normalmente corta-se tudo e não estamos fazendo isso”, explicou. Ela lembrou que os investimentos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e do Minha Casa, Minha Vida estão mantidos, além dos estímulos para os investimentos privados. “Mercado interno é fundamental também, mas sozinho não garante crescimento sustentável para o País”, afirmou, destacando a importância da manutenção dos investimentos.