O ministro do Trabalho, Manoel Dias (PDT), visita a partir das 10h desta segunda-feira,9, a sede da Força Sindical na capital paulista. De acordo com a assessoria da entidade, ele deverá fazer uma “palestra” para sindicalistas sobre “questões trabalhistas” e conversar sobre as medidas anunciadas pela nova equipe econômica que dificultam o acesso a benefícios, como o seguro desemprego, seguro defeso, abono salarial e pensão por morte.

A vista ocorre no momento em que as centrais sindicais tentam negociar com o governo federal a revogação dessas medidas. Até agora, trabalhadores já se reuniram duas vezes com Manoel Dias e com os ministros Nelson Barbosa (Planejamento), Miguel Rossetto (Secretaria-Geral da Presidência) e Carlos Gabas (Previdência). No último encontro, na semana passada, ficou acertada a criação de uma comissão tripartite, incluindo o Congresso Nacional no debate.

A decisão de trazer os parlamentares para a mesa de negociação partiu das centrais, já que eles terão de analisar duas Medidas Provisórias (MPs) com as mudanças. Trabalhadores querem evitar a aprovação das mudanças nas regras, consideradas por eles como perda de direitos. Já o governo sustenta que as medidas apenas corrigem distorções e atualizam normas.