Cerca de 4 mil trabalhadores de uma mina de ouro do norte da Grécia e simpatizantes estão se manifestando hoje em Atenas, na demonstração trabalhista mais significativa no país desde que o novo governo liderado pelo esquerdista Syriza tomou posse, em janeiro.

Os mineiros temem perder seus empregos porque o governo tem contestado a mina de Skouries, que é de propriedade privada, por questões ambientais e financeiras. Autoridades gregas revogaram temporariamente uma licença para instalações de enriquecimento de minério da Skouries e acusam a mineradora de encorajar protestos.

A polícia grega bloqueou estradas principais depois que os trabalhadores marcharam para o prédio do Ministério de Desenvolvimento, diante do qual gritaram palavras de ordem e bateram seus capacetes no chão.

O plano dos manifestantes é marchar, em seguida, para o Parlamento. Enquanto isso, um protesto de esquerdistas e anarquistas contrários à mina de ouro está previsto para mais tarde. Fonte: Associated Press.