Os efeitos colaterais de um estímulo adicional do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês) à economia seriam superiores aos efeitos positivos se a economia se desviasse apenas levemente para um cenário de recuperação mais pessimista, afirmou Takahide Kiuchi, membro do conselho de política monetária do BoJ, em entrevista à agência Nikkei.

Kiuchi disse que é difícil prever o quanto um estímulo adicional aumentaria os preços aos consumidores e afirmou que os salários cresceriam em linha com a inflação. Para ele, o BoJ deve tomar uma decisão cautelosa sobre seguir com o agressivo pacote de estímulos ou começar a reduzir o programa. Fonte: Dow Jones Newswires.