O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse nesta quinta-feira, 21, que o presidente licenciado do PSD, Gilberto Kassab, trabalhará pela aprovação da reforma da Previdência. Embora Meirelles, o principal fiador da proposta, seja filiado ao PSD, o partido tem demonstrado resistências em entregar mais votos para a aprovação da reforma.

“Presidente Kassab continuará engajado diretamente em conseguir os votos para a Previdência”, afirmou Meirelles em coletiva na sede do PSD.

O ministro reforçou que o governo vai trabalhar para aprovar a reforma no ano que vem. Ele também citou que a equipe econômica buscará a aprovação da medida provisória (MP) que altera a tributação dos fundos exclusivos de investimento, mesmo que os efeitos só sejam percebidos em 2019. “É uma sinalização positiva para 2019”, disse.