O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse hoje que o Ministério vai propor ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva o veto a qualquer proposta aprovada pelo Congresso que conceda um reajuste maior que 6,14% aos aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que recebem acima de um salário mínimo. Segundo ele, o reajuste de 6,14% já garante o ganho real aos beneficiários do INSS.

“Vamos indicar ao presidente o veto caso haja uma proposta com valor maior”, afirmou o ministro, ao chegar à Câmara dos Deputados para participar de audiência na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Dívida Pública. Ao comentar se o Ministério da Fazenda estuda aumentar a alíquota do Imposto de Importação para autopeças usadas na linha de montagem das montadoras, Mantega evitou responder: “conversamos sobre isso depois”.