Ao comparar a elevação da inflação no mundo e a trajetória dos preços no Brasil, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou que o "Brasil está muito bem colocado na questão da inflação". Em entrevista coletiva, na sede do Fundo Monetário Internacional, em Washington, o ministro elogiou a condução do regime de metas no País. "Em matéria de controle da inflação o Brasil está indo muito bem. Está sendo muito bem administrado o sistema de meta de inflação", afirmou. "A inflação está dentro da meta", citou Mantega, ao avaliar que o que ocorre no País é "uma pequena elevação (dos preços), devendo-se nitidamente a produtos agrícolas.

É choque de oferta, não é inflação estrutural", acredita.

A inflação, acrescenta Mantega, "vem do mercado internacional, não vem da estrutura brasileira". "Estamos em situação favorável, principalmente em relação a outros países. Há países com meta de 3,5% ou 4% e que já estão com inflação de 6,5%, 7% ou 8%. O Brasil tem oscilado muito próximo do centro da meta (4,5%)".

E ministro citou análise de um banco privado mostrando países que estão cumprindo metas de inflação e países que estão fora da meta. "O Brasil não está (fora da meta de inflação) e está avaliado como país que (tem a inflação) dentro da meta e da margem de variação da meta. Portanto, em matéria de inflação podemos dizer que continuamos muito bem-sucedidos".