O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirmou nesta quinta-feira (23) que há "mitos e idéias distorcidas" sobre os gastos do governo. "Tem gente que acha que torramos dinheiro e jogamos dinheiro pela janela", disse Mantega, durante seminário realizado pela Associação Brasileira da Infra-estrutura e Indústrias de Base (Abdib).

Mantega propôs à presidência da Abdib uma discussão aberta e transparente sobre as contas públicas, um encontro a ser marcado. Essa proposta foi uma resposta ao presidente da instituição, Paulo Godoy, que, em um evento, criticou os gastos do governo. Godoy disse, na época, que só haverá uma redução efetiva da carga tributária com uma gestão melhor dos recursos arrecadados.

Extinto animal

Mantega disse que foi despertado nos empresários um extinto animal. "Não é um xingamento", brincou ele, ressaltando que é um espírito de luta de conseguir sempre mais. E, brincando com os jornalistas, disse: "Atenção, imprensa! Não é só o ministro que é otimista".

Mantega queixou-se de que muitas vezes não se leva a sério o que o ministro diz, com a alegação que ele estaria excessivamente otimista. No encontro, Mantega aproveitou mais uma vez para falar do crescimento econômico, lembrando que há 21 trimestres consecutivos a economia brasileira cresce. "Não é vôo de galinha", emendou.