A companhia aérea alemã Lufthansa está tentando evitar uma grande greve de seus funcionários oferecendo aos pilotos garantia de emprego até 2012 se eles voltarem às negociações em vez de abandonar o trabalho.

Um membro do conselho da Lufthansa, Stefan Lauer, afirmou ao jornal Frankfurter Allgemeine Sonntagszeitung que a empresa está preparada para garantir o emprego de seus mais de 4 mil pilotos por dois anos se eles voltarem a negociar.

A Alemanha enfrenta o risco de uma grande interrupção nas viagens aéreas se os pilotos da Lufthansa seguirem adiante com o plano de realizar uma greve entre segunda e quinta-feira. A companhia já cancelou cerca de 600 voos e está tendo dificuldades para realocar os passageiros.