As chamadas locais de telefones fixos para celulares (VC-1) ficarão 7,99% mais caras a partir do próximo domingo nas áreas de atuação da Telefônica, Brasil Telecom, Sercomtel (PR) e CTBC Telecom (Triângulo Mineiro). O reajuste autorizado ontem pelo conselho diretor da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) deverá ser publicado no Diário Oficial da União de sexta-feira, e terá que ser informado aos usuários pelas operadoras por meio de anúncios nos jornais de grande circulação 48 horas antes de entrarem em vigor.

Essas empresas fecharam com as teles móveis um acordo para o reajuste das tarifas de interconexão (VUM), pré-requisito imposto pela Anatel para a homologação do reajuste ao consumidor. Pelo acordo, as teles acertaram a aplicação de um reajuste de 4,5% para a interconexão.

Como ainda não apresentou à agência um acordo sobre as tarifas de interconexão, a Telemar será a única concessionária de telefonia fixa que não poderá reajustar as tarifas locais para o usuário.

Esse aumento poderia estar em vigor desde fevereiro, quando completaram 12 meses desde o último reajuste, se as empresas já tivessem um acordo sobre essas tarifas.

O reajuste máximo ao consumidor, definido pela Anatel no início de abril, foi de 8,43%, mas em negociação com o Ministério das Comunicações as empresas aceitaram repassar um aumento de 7,99%. Mesmo assim, sua aplicação ficou condicionada pela agência a um acordo sobre a interconexão.