A diretora-geral do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, afirmou que “se o Brasil tiver políticas fiscais sólidas e atacar gargalos em infraestrutura, poderá ser mais do que um gigante em economia.” Ao responder pergunta do Broadcast em entrevista coletiva, ela manifestou que “ficou encorajada” com a nova equipe econômica, composta pelos ministros indicados da Fazenda, Joaquim Levy, do Planejamento, Nelson Barbosa, e do presidente do Banco Central, Alexandre Tombini. “Aguardo o primeiro discurso do novo ministro da Fazenda.” Em Santiago, ocorre a conferência “Desafios para assegurar o crescimento e uma prosperidade compartilhada na América Latina.”