Os mercados de câmbio e juros mostram alguma cautela na manhã desta quarta-feira, 19, contrariando o movimento da moeda americana ante outras emergentes. Pouco antes do fechamento deste texto, o dólar à vista estava em leve alta e os juros futuros rondavam a estabilidade, mas com viés de alta, mesmo com o otimismo no exterior e sinais de fraqueza da economia.

A agenda do dia é mais fraca e isso ajuda a limitar as oscilações. Profissionais avaliam que se trata de um movimento de correção, mas que a tendência dos juros futuros segue sendo de queda.

Às 10h30, a taxa de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2021 estava em 4,22%, de 4,21%, enquanto o DI para janeiro de 2022 marcava 4,72%, de 4,71% no ajuste de terça-feira.

O DI para janeiro de 2023 exibia 5,29%, de 5,27%. O DI para janeiro de 2025 estava em 6,03%, de 6,00% no ajuste anterior.