O mercado de juros futuros nos Estados Unidos vê uma probabilidade de 90% de aumento de 0,25 ponto percentual nos Fed Funds (taxa interbancária) já em junho. Antes dos dados de emprego divulgados na sexta-feira, os Fed Funds para junho embutiam uma probabilidade de 50%. Em abril, as vagas cresceram pelo segundo mês consecutivo, com a criação de 288 mil postos de trabalho – um número bem acima dos 173 mil previstos pelos analistas.

Economistas que antes calculavam um aumento dos juros em agosto, agora estimam que o Fed (Federal Reserve) começará a subir as taxas já no próximo mês. Jeffrey Hall, economista-chefe da Thomson Financial, disse que mudou sua previsão de dois aumentos – em agosto e novembro – para três altas de 0,25 ponto percentual, a começar em junho.

“Com as eleições presidenciais em novembro, o governo não deve subir os juros mais do que 0,25 ponto percentual por vez”, disse o analista.

Com os indicadores de trabalho da sexta-feira, os analistas do Deutsche Bank informaram ontem que “estão prestes a mudar de agosto para junho” sua previsão para a primeira alta dos Fed Funds. Entretanto, eles também estimam que a alta será gradual, com duas elevações de 0,25 ponto percentual até o final do ano – o que colocaria os Fed Funds, atualmente em 1% ao ano, em 1,5% em dezembro.