enkontra.com
Fechar busca

Economia

Juro bancário vai a 173,1% ao ano

  • Por Redação O Estado Do Paraná

A taxa de juros cobrada pelos bancos na utilização do cheque especial subiu no mês de fevereiro para 173,1% ao ano, contra os 171,5% ao ano do mês de janeiro. Essa é a maior taxa desde maio de 1999, quando os juros do cheque especial eram de 173,3% ao ano. Os dados foram divulgados ontem pelo Banco Central e mostram alta das taxas de juros em praticamente todas as operações de crédito. O movimento reflete a elevação da taxa básica de juros (Selic) no mês de fevereiro (de 25,5% para 26,5%) e a maior exigência de recolhimento compulsório dos bancos pelo Banco Central, o que reduz a liquidez dos bancos e torna mais caro o dinheiro disponível.

O aumento do recolhimento compulsório sobre depósitos a vista, em fevereiro, de 45% para 60%, retirou do mercado cerca de R$ 8 bilhões.

Além disso, a nota divulgada pelo BC destaca que ??a perspectiva de depreciação cambial no curto prazo elevou as projeções para as taxas dos empréstimos pós-fixados referenciados em câmbio??, o que foi um fator adicional para a alta dos juros bancários.

O aumento dos juros também foi sentido nas operações contratadas pelas pessoas físicas para crédito pessoal. A taxa média de juros passou de 95,3% para 98,9% ao ano, um aumento de 3,6 pontos percentuais. A única operação que registrou queda nos juros foi a para aquisição de bens, que teve a taxa média reduzida de 57,1% para 56,5% ao ano. A maior queda veio das operações de financiamento de veículos, que passou de 53,9% para 53,2% ao ano.

A alta das taxas também foi sentida pelas pessoas jurídicas. Nas operações de conta garantida, que funcionam como o cheque especial das empresas, a taxa média passou de 77,2% para 77,5% ao ano. A maior alta foi sentida nas operações de ??hot money?? (operações de crédito de curto prazo), que ficaram 10 pontos percentuais mais caras. A taxa de juros para essas operações passaram de 52,1% para 62,1% ao ano.

Média

No mês, a taxa média de juros cobrada pelos bancos atingiu 56,5% ao ano contra os 54,2% ao ano de janeiro. Nas operações para pessoas físicas, a taxa subiu 2,6 pontos percentuais, passando de 34,8% para 37,4% ao ano. Para pessoas físicas, subiu de 83,6% para 85% ao ano.

Essa alta foi motivada pelo aumento da taxa de captação paga pelos bancos. Em fevereiro, a taxa de captação subiu 2,2 pontos percentuais, passando de 22,5% para 24,7% ao ano.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas