A juventude espanhola se manifestou em cidades da Espanha e próximo a várias embaixadas pelo mundo contra a alta taxa de desemprego e condições de trabalho que eles dizem estarem forçando os jovens a mudarem para outros países em busca de trabalho.

Centenas de jovens marcharam ao som de tambores e apitos no centro de Madri atrás de um enorme banner preto e branco com os dizeres: “não estamos saindo, estão nos mandando embora” e aos gritos de “não vamos embora”.

Protestos menores ocorreram em Barcelona e Zaragoza na Espanha e em outras 30 cidades em todo o mundo, de Vancouver a Viena, onde imigrantes espanhóis também se organizaram. As informações são da Dow Jones.