A inflação apurada pelo Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S) fechou o mês de maio com taxa de 0,52%, informou nesta sexta-feira a Fundação Getúlio Vargas (FGV). A taxa é igual à registrada em abril e indica leve aceleração na comparação com o IPC-S medido na terceira quadrissemana de maio, que ficou em 0,50%.

A inflação pelo IPC-S em maio superou o teto das estimativas do AE Projeções, que apontavam um resultado entre 0,40% e 0,50%. A mediana das previsões era de 0,46%. Com o resultado desta sexta-feira, o IPC-S acumula altas de 2,72% no ano e de 5,06% em 12 meses.