O investimento direto estrangeiro na China cresceu em base anual no mês passado, pela primeira vez em 11 meses, mas o Ministério do Comércio atribuiu parcialmente a expansão à fraca base comparativa e disse que o resultado não necessariamente sinaliza uma recuperação no investimento global. Em agosto, a China atraiu o equivalente a US$ 7,5 bilhões de investimento direto estrangeiro, 7% acima do montante recebido um ano antes, de acordo com o Ministério.

O total de julho havia sido de US$ 5,36 bilhões, com queda de 35,7% em relação ao do mesmo mês de 2008. No ano passado, a China havia recebido, em agosto, US$ 7 bilhões em investimento direto estrangeiro, enquanto no mês anterior o total havia chegado a US$ 8,34 bilhões.

No acumulado de janeiro a agosto, o investimento direto estrangeiro na China totalizou US$ 55,86 bilhões, 17,5% abaixo do registrado no mesmo período do ano passado. Mas o dado representou uma melhora em relação ao acumulado de janeiro a julho, que foi 20,3% menor do que o de igual intervalo de 2008. As informações são da Dow Jones.