A cautela tanto de consumidores como de agentes que concedem crédito contribuiu para a diminuição da inadimplência em setembro, mesmo em meio a um ambiente de avanço do desemprego e alta de juros e tributos, revela pesquisa da Boa Vista SCPC divulgada nesta sexta-feira, 9. O atraso de pagamentos por parte de consumidores caiu 4,1% em no mês passado em relação a agosto, na série com ajuste sazonal.

Apesar do recuo na comparação mensal, a taxa ainda registra avanço de 1,1% tanto no acumulado no ano como em 12 meses. A estimativa da instituição é que o indicador encerre 2015 registrando uma alta de 1,8%,

Todas as regiões do País registraram queda da inadimplência na passagem de agosto para setembro, na série com ajuste: Sudeste (4,9%), Sul (4,0%), Nordeste (3,9%), Centro-Oeste (2,1%) e Norte (0,7%).

Considerando apenas o setor varejista, a inadimplência avançou 2,9% em todo o Brasil no mês passado na comparação mensal, já desconsiderados os efeitos sazonais. No acumulado do ano até setembro, porém, há queda de 2,7% em relação a igual intervalo de 2014. E, em 12 meses, a retração é de 4,7%.