O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) acelerou fortemente neste mês, praticamente dobrando a taxa de 0,95% registrada em setembro, ao subir 1,89% em outubro, divulgou na manhã desta quinta-feira, 29, a Fundação Getulio Vargas (FGV). O resultado do IGP-M ficou dentro do intervalo das estimativas dos analistas do mercado financeiro consultados pelo AE Projeções, que iam de 1,72% a 2,10%, e levemente abaixo da mediana encontrada, de 1,92%.

Entre os três indicadores que compõem o IGP-M, o IPA-M saiu de 1,30% em setembro para 2,63% em outubro. Na mesma base de comparação, o IPC-M passou de 0,32% para 0,64%. O INCC-M também acelerou ao passar de 0,22% para 0,27%. A variação acumulada do IGP-M no ano é de 8,35% e, nos 12 meses até outubro, de 10,09%.

IPAs

Os preços dos produtos agropecuários no atacado (IPA agropecuário) subiram 3,83% em outubro, após registrarem alta de 2,08% em setembro, informou a FGV. Já os preços de produtos industriais (IPA industrial) avançaram 2,16%, ante 1,01%, na mesma comparação.

Os preços dos bens intermediários tiveram alta de 2,07% em outubro, ante avanço de 1,36% em setembro. Já a variação dos bens finais foi de 1,69%, após elevação de 0,47%. Os preços das matérias-primas brutas avançaram 4,47% em outubro, ante alta de 2,26% no nono mês do ano.

O Índice de Preços ao Produtos Amplo (IPA) apresentou avanço de 2,63% neste mês depois de acelerar 1,30% em setembro. O IPA acumula aumentos de 8,67% no ano e de 10,72% em 12 meses.