O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) concedeu novo prazo de 30 dias para que a administração dos portos de Paranaguá e Antonina, no Paraná, apresentem os estudos de regularização ambiental dos empreendimentos. Em nota publicada em seu site, o Ibama explica que esses novos prazos estão previstos no termo de compromisso formalizado hoje pelo presidente do Ibama, Abelardo Bayma, e o superintendente da administração dos dois portos, Mário Lobo Filho.

No início do mês, o Ibama chegou a embargar os dois portos acusando “flagrante descumprimento” da legislação ambiental. No dia seguinte, porém, os portos foram reabertos por decisão da Justiça Federal de Paranaguá.