O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, afirmou hoje que o governo não está trabalhando ainda com a possibilidade de aumento do preço do etanol e gasolina. O ministro disse ainda, depois de participar de evento em São Paulo, que haverá uma reunião interministerial em até 30 dias para decidir se o governo irá tomar providências sobre a falta de etanol. Uma das possibilidades, segundo Lobão, é diminuir a mistura na gasolina. “Outra medidas podem ser financeiras para ajudar as produtoras de etanol”, disse.

Lobão afirmou que este ano o Brasil deverá importar 400 milhões de litros de etanol dos Estados Unidos. “A produção no Brasil está em 25 milhões de litros por mês e nosso consumo está maior”, disse. O ministro afirmou que o governo está incentivando a renovação dos canaviais para ampliar a produção e a criação do estoque regulador de etanol, para o País “não ter surpresas”. “Não haverá falta de etanol ou gasolina”, frisou.