O ministro da Educação (MEC), Aloizio Mercadante, disse nesta sexta-feira que o governo federal vai insistir na aprovação da Medida Provisória 595, conhecida como MP dos Portos, com todos os instrumentos de que dispõe. “O governo insistirá na agenda dos portos com todos os instrumentos que tiver porque é muito importante aumentar a competitividade”, afirmou ele, durante assinatura de constituição da Associação Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii), uma parceria do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Ministério da Educação (MEC) e Confederação Nacional da Indústria (CNI), em São Paulo.

Questionado se a MP poderia ser aprovada por decreto, respondeu: “Aí você pergunta para o ministro dos Portos. No governo Dilma é cada macaco no seu galho. O meu é só educação”.

O objetivo da Embrapii é fomentar projetos de cooperação entre empresas nacionais e instituições de pesquisa e desenvolvimento para a criação de produtos e processos inovadores. A Embrapii será uma Organização Social com capital inicial de R$ 1 bilhão para serem investidos em 2013 e 2014. “Temos de ter sempre em foco a disputa do mercado internacional. E só vamos disputar o mercado internacional com inovação.”

Mercadante disse que o empresariado brasileiro precisa perder a ideia de que inovar é importar máquina. “Inovar é fazer novos processos, produtos, reduzir custos, criar novas demandas. E vamos induzir essa atitude através da Embrapii.”