O governo central (Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central) registrou, em julho, superávit primário de R$ 1,439 bilhão. Em junho, o governo central havia registrado déficit de R$ 615,8 milhões. Em julho de 2008, o resultado foi positivo em R$ 7,201 bilhões. De janeiro a julho, o governo central acumula superávit de R$ 20,083 bilhões, o equivalente a 1,17% do Produto Interno Bruto (PIB). O resultado é R$ 48,5 bilhões inferior ao verificado em igual período de 2008, quando o superávit era de R$ 68,580 bilhões, ou 4,16% do PIB.

No resultado de julho, o Tesouro Nacional contribuiu com superávit de R$ 4,596 bilhões, a Previdência Social teve déficit de R$ 3,093 bilhões e o Banco Central mostrou déficit de R$ 63,8 milhões. No acumulado do ano, o Tesouro Nacional registra superávit de R$ 44,740 bilhões, a Previdência tem déficit de R$ 24,369 bilhões e o Banco Central tem déficit de R$ 286,7 milhões.