O Ministério dos Transportes aprovou o enquadramento, como prioritários, de projetos de investimentos em infraestrutura na área de transporte e logística rodoviária das concessionárias Auto Raposo Tavares, BR-040 S.A., Rodovias Integradas do Oeste (SPVias) e Rota do Atlântico para fins de emissão de debêntures incentivadas, conforme portarias publicadas no Diário Oficial da União (DOU).

Com a decisão, as companhias poderão captar recursos com incentivo fiscal para executar obras de expansão e manutenção nas rodovias que administram: Corredor Raposo Tavares, constituído pelas rodovias SP-270, SP-225, SP-327 e acessos, no Estado de São Paulo, gerido pela Auto Raposo Tavares; sistema rodoviário composto pelos trechos da BR-040/DF/GO/MG nos Estados de Goiás, Minas Gerais e Distrito Federal, administrado pela Concessionária BR-040 S.A; e o Complexo Viário e Logístico de Suape – Expressway, no Estado de Pernambuco, sob a gestão da Rota do Atlântico.

No caso da SPVias, a captação servirá para reembolso de despesas referentes à duplicação das rodovias SP-270 (Raposo Tavares) e SP-258 (Francisco Negrão), assim como a recuperação de pavimento das rodovias SP-280 (Castello Branco) e SP-258 (Francisco Negrão), todas no Estado de São Paulo.