Brasília – O governo federal vai destinar R$ 7 bilhões para o Programa Nacional de Agricultura Familiar 2004/2005, medida que deve incluir no programa de credito produtivo mais 450 mil agricultores.

A afirmação foi dada, ontem, pelo ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto, após reunião com representantes da 10.ª edição do Grito da Terra, que ocorreu no Palácio do Planalto. “Este valor traduz o apoio do governo Lula à agricultura familiar do País. Nós estamos trabalhando para melhorar ainda mais o nosso desempenho”, destacou Rossetto. Para a reforma agrária, ele revelou que o governo vai desapropriar, o mais breve possível, 100 mil hectares de terras.