O setor calçadista brasileiro teve queda de 3,9% na geração de empregos entre janeiro e abril deste ano em comparação com o mesmo período de 2011, informou nesta quinta-feira a Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados). Com base em dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, o setor acumulava, no final de abril, um saldo de 354 mil trabalhadores.

De acordo com a pesquisa da Abicalçados, os quatro principais estados produtores de calçados apresentaram retração no número de vagas. Rio Grande do Sul, que responde por 33% da produção, apresentou queda de 5,4%, para 117 mil empregos. São Paulo e Ceará diminuíram 2% e 6%, respectivamente. Já a Bahia, quarto maior empregador, reduziu em 9,7% o quadro de trabalhadores. Minas Gerais, por sua vez, registrou um leve incremento de 0,2%.