Na semana em que o Banco Central divulgará a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), documento que dará mais explicações sobre a alta da taxa básica (Selic), que foi elevada de 11, 25% ao ano para 11,75%, o mercado financeiro aumentou a previsão para essa variável. A expectativa é de que até abril a Selic chegue a 12,50% ao ano.

De acordo com o Relatório de Mercado Focus divulgado nesta segunda-feira, 8, as próximas ações do Comitê de Política Monetária (Copom) já estão dadas: o BC elevará a Selic em 0,25 ponto porcentual em janeiro, para 12%, e repetirá a dose em março, levando a taxa para 12,25% ao ano. Em abril, a taxa chegaria a 12,50%, porcentual em que seria mantida até o fim do ano.

Os economistas de mercado parecem ter começado a colocar na conta as sinalizações dadas recentemente pela autoridade monetária. No comunicado que acompanhou a decisão do BC na última quarta-feira, 3, quando a taxa Selic foi elevada em 0,50 ponto porcentual, a autoridade monetária ampliou as discussões em torno do ritmo do aperto monetário, sinalizando possibilidade de ajuste mais tênue da taxa. Conforme a comunicado, “considerando os efeitos cumulativos e defasados da política monetária, entre outros fatores, o Comitê avalia que o esforço adicional de política monetária tende a ser implementado com parcimônia.”