Logo depois de tomar conhecimento de um IPCA (de junho) mais baixo do que suas próprias previsões, analistas do mercado financeiro revisaram para baixo a projeção para o indicador ao final de 2013. Segundo relatório de mercado Focus, divulgado nesta segunda-feira, 08, pelo Banco Central, a mediana das expectativas dos economistas para a inflação ao final do ano passou de 5,87% para 5,81%. Há quatro semanas, estava em 5,80%. Para o próximo ano, no entanto, o levantamento detectou uma alteração das previsões para o IPCA de 5,88% para 5,90% ante taxa de 5,80% aguardada um mês atrás.

O Focus revelou também que, no caso da mediana das estimativas suavizadas à frente para a inflação acumulada em 12 meses, houve uma alta de 5,65% para 5,67%. Há quatro semanas, estava em 5,65%.

Já entre os profissionais que mais acertam as previsões para o médio prazo, o grupo denominado pelo BC de Top 5, o IPCA de 2013 deverá ficar em 6,02%, e não mais em 6,09% como era esperado uma semana antes – quatro semanas atrás, a mediana estava em 6,02%. No caso de 2014, esse mesmo grupo mudou bruscamente a projeção para a inflação de 6,05% para 6,30% ante 6,20% vista há um mês.

Para o curto prazo, os analistas revisaram suas estimativas para o IPCA de julho, que passou de 0,25% para 0,24%. No caso de agosto, que aparece na primeira vez neste levantamento, a mudança foi de 0,30% para 0,31%. Há um mês, a mediana para estas projeções estavam em 0,30% nos dois casos.