A Caixa Econômica Federal já finalizou todos os preparativos para a realização do 7.º Feirão da Casa Própria, que acontece em Curitiba entre sexta-feira (13) e domingo (15). As construtoras e imobiliárias que vão participar do evento estão montando os estandes para a abertura, marcada para às 10 horas da manhã, no Marumby Expocenter (Avenida Presidente Wesceslau Braz, 1.046, Vila Guaíra). A feira ficará aberta ao público entre 10h e 21h na sexta e no sábado e entre 10h e 18h no domingo.

Quem está pensando em adquirir um imóvel vai encontrar no Feirão Caixa da Casa Própria os agentes de todas as etapas envolvidas na compra. Por isto, muitos negócios são fechados no próprio feirão. Mas as empresas ainda concluem muitas compras no período após o evento, quando os interessados estudaram melhor as possibilidades e visitaram os plantões ou as unidades decoradas.

O Feirão da Casa Própria serve de estímulo para quem ainda está indeciso ou não começou a efetivamente procurar um imóvel. O designer Waldemar Heinrichs Junior se interessou em dar o ponta pé inicial após receber panfletos e ver a propaganda do evento na televisão. Ele precisava de um imóvel pronto para morar e encontrou a opção perfeita para aliar tempo e dinheiro. “O feirão facilitou muito. Talvez se não fosse isto eu ainda estaria morando de aluguel. Foi a melhor coisa que eu fiz”, afirma o designer.

A Caixa Econômica Federal começa os preparativos para a feira logo após a última edição realizada. Mas os trabalhos são intensificados nos cinco meses anteriores ao evento. A primeira etapa é enviar convites para as construtoras que já mantêm parceria com a Caixa no financiamento de imóveis. Depois, o banco abre inscrições para outras construtoras e imobiliárias. Em cima disto, há uma seleção dos participantes, explica a gerente regional de construção civil e coordenadora do Feirão da Casa Própria em Curitiba, Suely Molinari.

Oportunidades

Uma das construtoras parceiras que vão participar do evento deste final de semana é a Casteval Construção e Incorporação, que está presente desde a primeira edição na capital paranaense. A empresa vai levar cinco corretores e um gerente para atender os interessados em conhecer os imóveis, segundo Jacirlei Soares Santos, diretor de marketing da Casteval. “A participação na feira dá retorno sim. Nós usamos o evento para duas situações: as vendas e a divulgação da parte institucional. No ano passado, fechamos negócios depois da feira, com pessoas que pegaram folders no nosso estande no evento e foram visitar os plantões posteriormente”, conta.

A Casteval vai ofertar casas (a partir de 139 metros quadrados) já prontas em um condomínio fechado em Santa Felicidade e apartamentos também finalizados (com 243 metros quadrados) no bairro Cabral, em Curitiba.

A Caixa terá 320 funcionários que vão atender o público e outros 80 que vão atuar na logística da feira. Deste total, 60 funcionários (distribuídos em três turnos), poderão fazer as simulações de financiamentos para os interessados em comprar um imóvel. Com a simulação em mãos, os possíveis compradores já podem ir direto nas construtoras e imobiliárias com um direcionamento. “O interessado pode fazer este cálculo no site da Caixa (www.caixa.gov.br). Quem já fizer isto antes da feira tem meio caminho andado”, comenta Suely Molinari. Ela ainda recomenda que os visitantes levem documentos pessoais, comprovante de residência e contracheque. O profissional liberal pode levar um extrato bancário.

Em Curitiba, serão ofertados 19 mil imóveis, entre novos, usados e na planta. O número é 26% maior em relação ao ano passado. Do total de imóveis, 9,2 mil integram o programa Minha Casa, Minha Vida. Os preços dos imóveis variam de R$ 67 mil a R$ 1 milhão.