A Feira de Móveis do Paraná (Movelpar), aberta em Arapongas, no Norte do Paraná, deve resultar em um faturamento de cerca de R$ 250 milhões. A previsão foi passada pelos organizadores do evento ao governador Roberto Requião, que esteve ontem visitando a mostra, onde aproveitou para ampliar o contato com empresários do setor.

O governador lembrou que o Paraná tem o segundo maior pólo moveleiro nacional e que as indústrias da região de Arapongas são um exemplo para o País. ?É um setor estratégico para a nossa economia, porque gera muitos empregos, amplia as exportações e movimenta uma importante cadeia produtiva?, afirmou.

?Conheço bem o ramo e estou admirado com o tamanho da feira e qualidade dos produtos expostos?, acrescentou. ?Sem dúvida, os produtos expostos são de vanguarda para a indústria moveleira do País. É por isso que a feira é um sucesso absoluto. É o Paraná mostrando que pode fazer e fazer bem.?

O governador também lembrou que as indústrias moveleiras formam um dos cinco Arranjos Produtivos Locais (APLs) – conjunto de empresas do mesmo setor – que devem receber atenção especial do governo do Estado e do BNDES para que possam ampliar suas atividades para a geração de mais empregos.

Negócios

Segundo Rubens Ortiz, diretor executivo do Centro de Eventos Expoara, onde a feira está montada, a estimativa de vendas está baseada no volume de negócios realizados nas edições anteriores da Movelpar. Dos 190 expositores presentes, 60% são paranaenses, a maioria da região de Arapongas.

Até sexta-feira, mais de 20 mil lojistas devem passar pela Movelpar. Além de empresários de todas as regiões do Brasil, também estão presentes 20 importadores, de 18 países. ?São lojistas da Bélgica, Holanda, Estados Unidos, Espanha, África do Sul, Polinésia Francesa, México e de outros países da América do Sul?, relaciona.

De acordo com Ortiz, 64 empresas que estão expondo seus produtos na Movelpar já trabalham com exportação. O objetivo, destaca o diretor, é estimular outros fabricantes de móveis a produzir peças para o comércio exterior. Durante a feira, estão sendo realizadas 300 rodadas de negócios.