A indústria de máquinas e equipamentos encerrou 2011 com faturamento bruto real de R$ 81,23 bilhões, alta de 9,2% sobre 2010. As exportações somaram US$ 11,9 bilhões (alta de 28,6% sobre 2010) e as importações totalizaram US$ 29,7 bilhões (aumento de 19,1%), com déficit de US$ 17,8 bilhões na balança no setor. O setor encerrou 2011 com 260.699 trabalhadores empregados, ampliação de 3,6% em relação ao ano anterior.

Os dados, anunciados hoje pela Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (Abimaq), mostram que em janeiro o faturamento bruto do setor ficou em R$ 5,449 bilhões, recuo de 24,4% na comparação com dezembro e alta de 1,4% sobre janeiro de 2011. As exportações em janeiro somaram US$ 922 milhões, queda de 23,4% sobre dezembro e alta de 19,6% ante janeiro de 2011. Já as importações alcançaram US$ 2,448 bilhões, o que representa uma baixa de 2,1% sobre dezembro e alta de 17,9% na comparação com janeiro de 2011. O déficit, portanto, foi de US$ 1,526 bilhão.

De acordo com a Abimaq, o nível de utilização da capacidade instalada (Nuci) do setor fechou 2011 em queda de 1,2% ante 2010. Em janeiro, o indicador ficou em 75,8%, ante 79,2% do mesmo mês de 2011.