A Petrobras e a Shell foram multadas nesta terça-feira (12) pela Secretaria de Interior e Comércio da Argentina por conta da falta de óleo diesel no país. Fontes oficiais informaram que o governo argentino decidiu aplicar da Lei de Abastecimento contra as empresas devido ao desabastecimento de vários postos de serviços. A Lei de Abastecimento prevê sanções, detenção de funcionários e até fechamento de empresas que não cumprirem com o abastecimento de produtos.

As fontes afirmaram que a Petrobras recebeu a notificação de aplicação de uma sanção e a Shell, quatro. "As sanções contemplam o pagamento de multas de até um milhão de pesos" (US$ 322 milhões) e, se houver novas sanções, "poderá levar à prisão a máxima autoridade das empresas".

Procuradas pela reportagem, as assessorias de imprensa das empresas informaram que o "assunto está sendo analisado pela diretoria e será comunicado em breve".