O ministro de Minas e Energia, Márcio Zimmermann, afirmou hoje que o blecaute de novembro do ano passado, que atingiu 18 Estados do País, não foi causado por problemas de manutenção do sistema de transmissão da estatal Furnas. A avaliação do ministro contradiz decisão da área de fiscalização da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) que, em março, multou Furnas em R$ 53,7 milhões por conta do apagão.

“Não tem problema de manutenção em Furnas. O blecaute não ocorreu por isso. A manutenção estava em dia”, disse Zimmermann, após participar de audiência pública da subcomissão do Senado que analisa o projeto da hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA).

Zimmermann lembrou que, na época em que era secretário executivo do ministério de Minas e Energia, foi designado coordenador de um grupo de trabalho que reuniu agentes do governo e especialistas para analisar a causa do blecaute. Segundo ele, um dos problemas foi a blindagem de uma subestação de Itaberá (SP). Segundo ele, a blindagem dessa subestação terá que ser ampliada.