A Agência Federal de Financiamento à Habitação dos Estados Unidos (FHFA, na sigla em inglês) entrou com ações judiciais contra 17 dos maiores bancos do país, na tentativa de recuperar bilhões de dólares em perdas sofridas com investimentos em títulos lastreados em hipotecas que perderam valor durante a crise financeira.

A FHFA, que é o órgão regulador de agências de crédito hipotecário como Fannie Mae e Freddie Mac, está processando Bank of America, Citigroup, JPMorgan Chase, Goldman Sachs, Deutsche Bank, Barclays, Morgan Stanley, Ally Financial (GMAC), Countrywide Financial, Crédit Suisse, First Horizon National Corp., General Electric, HSBC, Merrill Lynch/First Franklin Financial Corp., Nomura Holdings America, Royal Bank of Scotland e Société Générale.

A agência acusa os bancos de terem violado leis federais que regulam o mercado de valores mobiliários e outras, ao venderem títulos lastreados em hipotecas residenciais. Em agosto, a FHFA já havia iniciado um processo semelhante contra o UBS, pleiteando US$ 900 milhões em indenizações. Na ocasião, o UBS divulgou nota dizendo que vai se defender “vigorosamente” das acusações. As informações são da Dow Jones.