Os estoques das empresas dos Estados Unidos cresceram 0,5% em fevereiro, para US$ 1,458 trilhão, o maior nível desde dezembro de 2008, segundo dados divulgados hoje pelo Departamento do Comércio do país. Economistas previam aumento de 0,7%. O dado de janeiro foi revisado para alta de 1,0%, em vez de 0,9% como calculado anteriormente.

As vendas das empresas também subiram em fevereiro, com alta de 0,2%, para US$ 1,174 trilhão, o valor mais alto desde agosto de 2008. As vendas no varejo aumentaram 1,0%, enquanto as das manufatureiras cresceram 0,3% e as dos atacadistas caíram 0,8%.

A relação entre estoques e vendas – que mede quantos meses demoraria para uma empresa acabar com seu estoque atual – ficou estável em 1,24 em fevereiro.

Comerciantes atacadistas registraram o maior aumento nos estoques, de 1,0%, enquanto as empresas de manufatura tiveram alta de 0,8% e as de varejo viram seus estoques crescerem 0,4%.

Em 2008, os estoques das empresas subiram porque os consumidores cortaram os gastos, e as companhias tiveram dificuldades em vender produtos, o que provocou cancelamentos de encomendas. Agora, porém, com a economia em recuperação, as empresas estão tentando se antecipar à demanda. As informações são da Dow Jones.