O Governo do Paraná, por meio da Secretaria de Estado do Turismo (Setu), assina protocolo de intenções com a Caixa Econômica Federal, com a Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav-Pr) e o Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Curitiba (Sindotel). O documento visa estabelecer parceria na divulgação de linhas de financiamento e programas de crédito voltados para o turismo.

“São vários tipos de financiamento à disposição do segmento de turismo, que englobam desde pequenos investimentos até grandes obras de reforma e ampliação de estabelecimentos”, informa o secretário de Estado do Turismo, Celso de Souza Caron. Além de autoridades estaduais e municipais, o evento deverá reunir representantes de todo o trade turístico paranaense nesta quinta-feira (19), às 16h, no 2.º andar do Palácio Iguaçu.

Tal ação, de acordo com o secretário, se insere na proposta de fortalecimento do setor. “A interação e a sintonia entre o governo estadual e a iniciativa privada, dentro de um foco profissional e comercial, contribui para melhorar a infra-estrutura existente, favorece novos investimentos e incrementa a demanda”, diz Souza Caron.

No Paraná, há 518 hotéis, 974 agências e 123 operadoras de turismo cadastradas na Paraná Turismo / Ministério do Turismo, de acordo com dados de 2 de abril de 2004. Na área de congressos e convenções, 80 empresas organizadoras e prestadoras de serviços estão cadastradas no Estado.

Em 2003, o Paraná recebeu 1.242.186 visitantes estrangeiros, 2.981.246 visitantes residentes no próprio estado e 1.987.498 procedentes de outros estados. Observando-se a taxa de permanência de 3,8 dias no Estado e o gasto médio por turista de US$ 45,00 por dia, a injeção estimada na economia é de US$ 1.124.000.285,00. Tais divisas contribuem diretamente na geração de empregos e na arrecadação de impostos.