As encomendas à indústria da Alemanha cresceram mais que o esperado em novembro do ano passado, graças a um aumento nos pedidos de fora da zona do euro, informou hoje o Ministério da Economia do país. A alta ajustada sazonalmente foi de 5,2% em novembro ante outubro, bem mais que o avanço de 1,0% previsto por economistas. Em outubro, as encomendas haviam subido 1,6%.

O crescimento foi resultado do aumento de 8,2% nas encomendas externas, lideradas pela alta de 14,8% na demanda de fora da zona do euro (que reúne os países que utilizam o euro como moeda). As encomendas de bens manufaturados dentro do bloco monetário caíram 1,4% em novembro em relação a outubro. Já as encomendas domésticas aumentaram 1,5% na mesma comparação.

De acordo com o Ministério da Economia, as encomendas de bens de investimento subiram 9,1% em novembro ante outubro, enquanto as de bens de produção avançaram 1,0% e as de bens de consumo recuaram 1,6%.

Em relação a novembro de 2009, as encomendas subiram 21,7%, em dado não ajustado, após a alta anual de 14,2% registrada em outubro. A comparação de dois meses, que exclui flutuações nos dados, mostrou aumento de 2,1% nas encomendas no período outubro-novembro ante o intervalo agosto-setembro. As informações são da Dow Jones.